Notícias | 07/08/2019

Penguin Random House está em luto por Toni Morrison

O primeiro romance de Morrison, “The Bluest Eye”, foi publicado por Holt, Rinehart e Winston em 1970. Seu sucessor “Sula” em 1973, assim como seus próximos nove romances, foi publicado por Alfred A. Knopf. Toni Morrison foi uma das mais importantes escritoras afro-americanas nos EUA. Seus trabalhos foram celebrados por leitores, vendedores de livros, críticos, educadores e bibliotecários, mas também gerou polêmica, especialmente nos distritos escolares que tentaram proibir seus livros. O trabalho da autora ganhou muitos prêmios. Em 1988, ela recebeu o Prêmio Pulitzer pelo seu livro "Beloved" e, em 1993, tornou-se a primeira escritora negra a receber o Prêmio Nobel de Literatura. Em 1996, ela foi homenageada com a Medalha de Contribuição Distinta para as Cartas Americanas da National Book Foundation e, em 2012, o Presidente Barack Obama a presenteou com a Medalha Presidencial da Liberdade.

Morrison foi associada à Penguin Random não apenas como autora: Entre 1967 e 1983, trabalhou como editora para a Random House - ela foi a primeira editora afro-americana na história da editora. Nessa função, ela trabalhou em livros de Gayl Jones, Toni Cade Bambara, Henry Dumas, Huey P. Newton, Muhammad Ali e Angela Davis. "Ela era uma ótima mulher e uma grande escritora, e eu não sei de qual delas sentirei mais falta", disse Robert Gottlieb, editor de longa data da Morrison na Knopf. Além de seu trabalho como autora e editora, Toni Morrison ensinou escrita criativa e literatura por mais de cinco décadas na Howard University, na Yale University, na Rutgers University e na Princeton University.

Sonny Mehta, presidente da Knopf, disse: “A vida profissional de Toni Morrison foi à serviço da literatura: escrever livros, ler livros, editar livros, ensinar livros. Posso pensar em poucos escritores americanos que escreveram com mais humanidade ou com mais amor pela linguagem do que Toni. Suas narrativas e prosa hipnotizante fizeram uma marca em nossa cultura. Seus romances comandam e exigem nossa atenção. São obras canônicas e livros que são amados pelos leitores”.