Notícias | New York, 06/01/2020

Os melhores livros de 2019 - Seleção de Barack Obama

Os grandes jornais diários como o New York Times não são as únicas "autoridades" a compilar listas de final de ano do que consideram os melhores livros de um determinado ano - o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, faz o mesmo com sua lista de "Livros favoritos de 2019" - e suas recomendações alcançam milhões de pessoas por meio de sua conta do Facebook. Dos 19 livros que Barack Obama considera particularmente dignos de leitura ainda no virar do ano, nove são publicados pela Penguin Random House. Ao mesmo tempo, Obama também chama a atenção dos leitores para a sua "Lista de Leitura de Verão" de 2019, a qual apresenta sete livros de autores publicados pelo grupo editorial dos Estados Unidos que particularmente o impressionaram, bem como os trabalhos completos de Toni Morrison, que faleceu em 2019. O canal de Obama no Facebook já é assinado por 54,6 milhões de pessoas e a mídia nacional nos Estados Unidos também gosta de divulgar suas recomendações de leitura. O próprio Obama escreve sobre sua lista: "Aqui estão os livros que tornaram o ano passado um pouco mais brilhante para mim".

E aqui estão os "Livros Favoritos de 2019 de Barack Obama": “Furious Hours: Murder, Fraud and the Last Trial of Harper Lee” (Knopf) de Casey Cep, “The Heartbeat of Wounded Knee: Native America from 1890 to the Present” (Riverhead) de David Treuer, “Lost Children Archive” (Vintage) de Valeria Luiselli, “Lot: Stories” (Riverhead) de Bryan Washington, “Normal People” (Hogarth/Vintage Canada) de Sally Rooney, “The Orphan Master’s Son” (Random House) de Adam Johnson, “Say Nothing: A True Story of Murder and Memory in Northern Ireland” (Doubleday) de Patrick Radden Keefe, “The Sixth Man” (Blue Rider Press) de Andre Iguodalam, e “Trick Mirror: Reflections on Self-Delusion” (Random House) de Jia Tolentino. Outro título da lista, “How To Do Nothing: Resisting the Attention Economy” de Jenny Odell, é publicado pela Melville House, cliente do Penguin Random House Publisher Services.

A "Lista de Leitura de Verão de 2019" de Obama ainda lembrou os leitores de 19 títulos, além das obras completas do autor de Knopf, Toni Morrison. Além das obras de Morrison, a Penguin Random House publica sete dos livros da lista de leitura de verão de Obama: "The Nickel Boys" (Doubleday) de Colson Whitehead, "Exhalation" (Knopf) de Ted Chiang, "Men without Women" (Knopf) de Haruki Murakami, "American Spy" (Random House) de Lauren Wilkinson, "Lab Girl" (Knopf) de Hope Jahren, "Inland" (Random House) de Téa Obreht e "How to Read the Air" (Riverhead) de Dinaw Mengestu.