Press Release | Gütersloh/Berlin, 12/12/2019

Iniciativa digital da Bertelsmann já conta com 45.600 inscrições dos seis continentes para as primeiras 15.000 bolsas de tecnologia

  • Há grande interesse em cursos da Udacity sobre nuvem, dados e inteligência artificial
  • Programa oferece a 50.000 pessoas de todo o mundo uma chance de qualificação digital pelo período de três anos

Aproximadamente 45.600 pessoas dos seis continentes se inscreveram para concorrer às primeiras 15.000 bolsas de tecnologia, uma iniciativa global de educação financiada pela Bertelsmann. Nos próximos três anos, a empresa internacional de mídia, serviços e educação concederá cerca de 50.000 bolsas de estudos para preparar pessoas para um mercado de trabalho cada vez mais digital. Para os 15.000 selecionados durante o primeiro período de inscrição, os cursos nas áreas de nuvem, dados e inteligência artificial (AI) acabaram de começar na plataforma de educação continuada online da Udacity, na qual a Bertelsmann é um dos principais acionistas.

O presidente e CEO da Bertelsmann, Thomas Rabe, disse: “A procura esmagadora à nossa campanha educacional mostra o quão grande é a necessidade de habilidades digitais e quantas pessoas estão prontas para se preparar para o mercado de trabalho do futuro com um alto nível de comprometimento pessoal. O nosso objetivo é desempenhar um papel ativo para garantir que a escassez existente de trabalhadores qualificados no setor digital não piore nos próximos anos”.

A maior parte das 45.600 inscrições foi para o curso de Inteligência Artificial (41%), seguida por Dados (39%) e Computação em Nuvem (20%). Em termos geográficos, a maioria das inscrições vieram da Índia, Nigéria, EUA, Alemanha e Egito. Além disso, 2.300 inscrições vieram de funcionários da Bertelsmann de todo o mundo, principalmente das divisões Arvato, Penguin Random House e RTL Group, sendo que um quarto dos bolsistas são mulheres.

Os cursos nas áreas de nuvem, dados e IA, com duração de três meses e focados na vida real e aplicações práticas, são completamente online na Udacity - também conhecida como "Universidade do Vale do Silício". Os alunos são guiados por instrutores, estão conectados com a comunidade de aprendizes e podem contar com o apoio de mentores, conforme necessário. Após a conclusão do curso, os principais participantes terão a oportunidade de obter um programa completo em Nanodegree da Udacity, oferecido por meio de uma bolsa de estudos adicional.

A segunda fase da iniciativa de educação digital da Bertelsmann, na qual outras 15.000 bolsas serão concedidas, começa no outono de 2020. A terceira fase, novamente com 15.000 bolsas, será lançada um ano depois. As demais vagas são alocadas em cursos completos em Nanodegree para os principais participantes dos três anos da campanha.

A campanha #50000Chances se baseia no sucesso das iniciativas anteriores: nos últimos anos, a Bertelsmann já concedeu milhares de bolsas de estudo da Udacity em parceria com o Google. Essa oferta também teve grande demanda e a Comissão da União Europeia (UE) honrou a iniciativa conjunta de educação continuada com o seu “Prêmio de Habilidades Digitais da UE”.

Pesquisas mostram que já existe uma escassez considerável de trabalhadores qualificados nas áreas de nuvem, dados e IA: existem apenas algumas centenas de milhares de especialistas qualificados no lado da oferta, enquanto a demanda é de milhões.