Notícias | Nova York / Rio de Janeiro, 07/10/2019

Companhia das Letras adquire a Zahar

A Penguin Random House dá as boas-vindas a um novo membro da maior família editorial do mundo. O Grupo Companhia das Letras adquiriu a prestigiada editora brasileira Zahar. A partir desse passo, Luiz Schwarcz, fundador e CEO da Companhia das Letras, dará continuidade ao legado de Jorge Zahar, um dos mais famosos editores do país e que já foi mentor de Schwarcz. Zahar fundou a editora no Rio de Janeiro em 1956 e faleceu em 1998, com 78 anos. Em carta aos colaboradores, Markus Dohle, CEO da Penguin Random House, diz que Zahar e Companhia as Letras se complementam perfeitamente, tanto em livros para o público em geral quanto em seus programas educacionais.

A Zahar é considerada uma das pioneiras no Brasil na publicação de obras educacionais dedicadas às ciências humanas e sociais. No entanto, o programa de Zahar é muito mais amplo: abrange desde textos universitários até livros infantis e literatura clássica - exatamente os gêneros e categorias que a Companhia das Letras priorizou e vem expandindo nos últimos anos, garantindo um excelente encaixe entre as duas editoras. A lista internacional de autores de Zahar inclui Zygmunt Bauman, Jacques Lacan, Manuel Castells, Elisabeth Roudinesco, Leonard Mlodinow, Ian Stewart, Anthony Browne, Jacques-Alain Miller, Stefan Zweig, Sigmund Freud, Thomas Mann, Gilles Deleuze, Howard Becker e J. D. Nasio. Entre seus autores brasileiros mais conhecidos estão Gilberto Velho, Flávia Lins e Silva, Rodrigo Lacerda, Marco Antonio Coutinho Jorge, Danilo Marcondes, Gustavo Franco, Luiz Alfredo Garcia-Roza, Antonio Quinet, Ilona Szabó e Daniel Aarão Reis.

Uma expressão da nossa estratégia de crescimento global 

Referindo-se à importância estratégica da transação no Brasil, Markus Dohle afirmou que "a mais recente aquisição da Penguin Random House é uma expressão de nossa estratégia de crescimento global de expandir nossa participação no mundo por meio de crescimento orgânico e de aquisições. No contexto da mesma estratégia". A Penguin Random House adquiriu a editora Little Tiger Group, de Londres, este ano. A Penguin Random House Grupo Editorial, por sua vez, comprou Ediciones Salamandra, editora de língua espanhola, e La Campana Llibres, editora de língua catalã, ambas sediadas em Barcelona. "E, nos Estados Unidos, adquirimos 45% dos Sourcebooks, editora independente que mais cresce na América do Norte", escreveu Dohle.

Dohle ainda parabeniza Luiz Schwarcz pelo "passo histórico no cenário editorial brasileiro", dá as boas vindas aos novos colegas da Zahar e termina proclamando: "Juntos, vamos construir a rica história da Zahar para criar o melhor futuro possível para o agora ampliado Grupo Companhia das Letras".