Press Release | Gütersloh, 30/08/2018

Bertelsmann volta a registrar lucro de mais de meio bilhão de euros no semestre

  • Faturamento sobe para 8,2 bi de euros, o maior valor em onze anos
  • Crescimento orgânico eleva-se para 2,4% 
  • Negócios em crescimento crescem organicamente 9,2% para 2,9 bi de euros
  • EBITDA operacional antes de efeitos cambiais mantém-se no alto nível do ano anterior 
  • Resultado do grupo de 501 mi de euros 
  • Progressos estratégicos em todas as divisões da empresa
  • Prognósticos para ano completo de 2018 confirmados 

Gütersloh, 30 de agosto de 2018 – A Bertelsmann, graças ao desenvolvimento positivo dos seus negócios digitais e em crescimento, registrou um primeiro semestre de sucesso em 2018. Com inúmeros progressos estratégicos, a empresa internacional de mídia, serviços e educação seguiu melhorando seu perfil de crescimento e atingiu novamente um resultado do grupo de mais de meio bilhão de euros. 

O crescimento de faturamento orgânico da Bertelsmann subiu para 2,4% (1º sem 2017: 1,4%). Os negócios em crescimento do grupo registraram, somados, um aumento de faturamento orgânico de 9,2% para 2,9 bilhões de euros (1º sem 2017: 2,7 bilhões de euros). Nesse período, passaram a representar cerca de um terço do faturamento total. Desenvolveram-se positivamente sobretudo as atividades digitais do RTL Group, da Fremantle Media, da Arvato e ainda do Bertelsmann Education Group. Apesar dos altos efeitos negativos de câmbio – especialmente do dólar dos EUA –, o faturamento reportado subiu 1,3% para 8,2 bilhões de euros (1º sem 2017: 8,1 bilhões de euros), o maior valor em onze anos. A Bertelsmann obteve cerca de 20% do seu faturamento nos EUA.  

O EBITDA operacional foi de 1,07 bilhão de euros (1º sem 2017: 1,10 bilhão de euros), conservando, antes dos efeitos de câmbio, o alto nível do ano anterior. Uma elevação de mais de 20% nos resultados foi atingida pela subsidiária de serviços Arvato, cujos quatro Solutions Groups ultrapassaram juntos os resultados do ano anterior. Também registraram crescimento o RTL Group, a BMG e o Bertelsmann Education Group. Houve influência adversa dos prejuízos iniciais nos setores digital e de novos negócios. 

Com 501 milhões de euros (1º sem 2017: 502 milhões de euros), o resultado do grupo ultrapassou novamente a marca de meio bilhão de euros, apesar de efeitos negativos de câmbio e de influências extraordinárias positivas mais baixas. As atividades com fundos da divisão Bertelsmann Investments contribuíram significativamente para os resultados. 

Thomas Rabe, Presidente da Bertelsmann, explica: “No primeiro semestre de 2018, a Bertelsmann cresceu mais com suas próprias forças do que há muitos anos. A expansão dos nossos negócios em crescimento continua rendendo cada vez mais frutos. Especialmente positivo é o fato de que os investimentos feitos nos últimos anos nos nossos negócios de serviços estejam mostrando cada vez mais resultados. Queremos continuar melhorando o perfil de crescimento da empresa. Para isso, estamos investindo solidamente nos nossos negócios, especialmente em conteúdos criativos. Para não colocar essas despesas em risco, é necessária uma modernização urgente da estrutura regulatória de empresas criativas na Europa, abrangendo áreas como privacidade, direitos autorais, direito concorrencial, publicitário, midiático e tributário.” 

Thomas Rabe ressalta que, nos primeiros seis meses do ano corrente, a Bertelsmann teve progressos significativos nos seus quatro eixos estratégicos – fortalecimento dos negócios centrais, transformação digital, ampliação das plataformas de crescimento e expansão em regiões em crescimento. 

Fortalecimento dos negócios centrais

  • O RTL Group manteve sua posição estável no faturamento com publicidade televisiva nos seus principais mercados – Alemanha, França e Países Baixos –, embora os jogos da Copa do Mundo de futebol deste ano tenham sido transmitidos por concorrentes. 
  • A Penguin Random House posicionou 178 títulos nas listas de mais vendidos do jornal New York Times, 25 deles na primeira posição. Entre os mais vendidos do grupo editorial figurou o suspense The President is Missing, de Bill Clinton e James Patterson. Além disso, a Penguin Random House adquiriu em janeiro a editora norte-americana de livros de não-ficção Rodale Books. Em novembro, a Penguin Random House publicará internacionalmente as memórias da ex-primeira dama dos EUA Michelle Obama. 
  • Com as novas revistas JWD e Dr. v. Hirschhausens Stern Gesund Leben, a Gruner + Jahr dá continuidade à sua estratégia de lançar produtos de mídia com celebridades.
  • A Arvato prolongou contratos importantes com clientes, entre eles Daimler e Facebook. A Arvato Systems lançou diversos serviços de TI com sucesso no mercado. 
  • O Bertelsmann Printing Group prolongou vários contratos de impressão, inclusive o da revista alemã SPIEGEL. A Sonopress conquistou um novo grande cliente dos EUA. 

Transformação digital 

  • O RTL Group elevou 9% seu lucro digital no primeiro semestre do ano corrente para 424 milhões de euros e fundiu as distribuidoras de publicidade on-line SpotX e SmartClip em uma empresa integrada. O grupo de mídia RTL Alemanha fundou no país, junto com a United Internet e o ProSiebenSat.1, a European netID Foundation, a fim de oferecer aos clientes um login centralizado para diferentes serviços on-line. 
  • A Penguin Random House ampliou sua oferta de livros eletrônicos e registrou faturamento crescente com downloads de áudio.
  • A parcela dos negócios digitais no faturamento da Gruner + Jahr nos mercados centrais Alemanha e França cresceu para 26%. A empresa ainda seguiu ampliando a plataforma de descoberta de aplicativos AppLike. 
  • Com sua presença nas mídias sociais, a Bertelsmann atingiu mais de 2,6 bilhões de seguidores no período. 

Ampliação de plataformas em crescimento

  • A Fremantle Media lucrou com o retorno de sucesso do formato de shows American Idol, transmitido pela emissora norte-americana ABC. A empresa ainda iniciou a produção de outras séries como The New Pope.
  • Em abril, a BMG adquiriu a empresa australiana Big Bang & Fuzz da área de Production Music e assinou um contrato editorial global exclusivo com o ex-baterista dos Beatles Ringo Starr. 
  • A Arvato seguiu expandindo organicamente suas atividades em serviços financeiros e de logística. A subsidiária de serviços da Bertelsmann ainda investiu na startup israelense de FinTech Secured Touch e adquiriu a 3C Deutschland GmbH. 
  • No período reportado, o Bertelsmann Education Group adquiriu participação majoritária na empresa de serviços universitários norte-americana HotChalk. A subsidiária de ensino virtual Relias registrou crescimento orgânico da ordem de dois dígitos e ampliou sua base de clientes para cerca de 6.750 instituições, que realizaram mais de 21 milhões de cursos on-line. A plataforma de aperfeiçoamento Udacity, na qual a Bertelsmann detém grande participação, lançou novos nanocertificados, incluindo em campos como inteligência artificial e tecnologia blockchain. 

Expansão em regiões em crescimento

  • A Bertelsmann ampliou sua rede global de investimentos em startups: os quatro fundos Bertelsmann Asia Investments (BAI), Bertelsmann Brazil Investments (BBI), Bertelsmann India Investments (BII) e Bertelsmann Digital Media Investments (BDMI) realizaram conjuntamente 31 investimentos novos e adicionais no primeiro semestre de 2018, além de, paralelamente, três saídas de sucesso. Em 30 de junho de 2018, por meio dos seus fundos, a Bertelsmann detinha 176 participações, mais da metade via BAI. 
  • No Brasil, a Bertelsmann adquiriu participação majoritária na Affero Lab, uma das maiores fornecedoras de treinamentos corporativos do país.
  • Na Índia, a Penguin Random House ampliou sua oferta em idiomas locais com a aquisição da renomada editora Hind Pocket Books. 

Thomas Rabe: “Na primeira metade de 2018, a Bertelsmann teve outros avanços no objetivo de fortalecer seu crescimento e se tornar mais digital, internacional e diversificada. Apesar das inseguranças políticas crescentes relacionadas ao Brexit ou à disputa comercial entre EUA e China, por exemplo, estamos confiantes de que atingiremos nossas metas para o ano completo.” 

No momento, a Bertelsmann está avaliando opções estratégicas para o desenvolvimento seguinte das atividades de CRM da Arvato. Além da venda completa ou parcial, essa análise também inclui a possibilidade de parcerias. Os primeiros resultados são esperados para o segundo semestre de 2018.

Bernd Hirsch, diretor financeiro da Bertelsmann, complementa: “A Bertelsmann mantém sua situação financeira sólida. Estamos otimistas para o ano completo e seguimos contando com faturamento mais alto e com elevada rentabilidade operacional. Nossos resultados do grupo voltarão a ultrapassar a fronteira dos bilhões.”

Visão geral dos números (em milhões de euros)

Jan 1, 2018 –
Junho 30, 2018
Jan 1, 2017 –
Junho 30, 2017
Faturamento do grupo8,2378,134
EBITDA operacional das divisões
Corporate/consolidação
EBITDA operacional
1,120
(49)
1,071
1,116
(17)
1,099
Itens extraordinários815
EBIT (resultado antes de juros e impostos)769805
Resultado financeiro(106)(105)
Resultado antes de impostos663700
Despesa com tributação sobre os lucros(162)(197)
Resultado depois de impostos das operações descontinuadas-(1)
Resultado do grupo501502
 
Investimentos (incluindo passivos financeiros)

 
497
 
643
 Saldo
Jun 30, 2018
Saldo
Dez 31, 2017
Endividamento6,7946,213

 

 

DivisãoFaturamento EBITDA operacional  
(em € milhões)Jan 1, 2018 
Jun 30, 2018
Jan 1, 2017 
Jun 30, 2017
Jan 1, 2018 
Jun 30, 2018
Jan 1, 2017 
Jun 30, 2017
RTL Group
Penguin Random House
Gruner + Jahr
BMG
Arvato
Bertelsmann Printing Group
Bertelsmann Education Group
Bertelsmann Investments*
3,046
1,482
701
241
2,002
768
111
5
2,978
1,532
743
233
1,862
811
92
-
643
171
51
42
175
28
10
-
624
206
59
40
145
47
(4)
(1)
Total Divisions8,3568,2511,1201,116
Corporate Center /
Consolidação
(119)(117)(49)(17)
Total8,2378,1341,0711,099

 

No 1º semestre de 2018 foram usadas pela primeira vez as novas normas de contabilidade IFRS 9 “Instrumentos financeiros” e IFRS 15 “Receita de contratos com clientes”. Em conformidade com as disposições transitórias segundo IFRS 9 e IFRS 15, os valores do ano anterior não foram ajustados.

*O desenvolvimento dos negócios da Bertelsmann Investments é essencialmente calculado com base no EBIT. O EBIT totalizou 45 milhões de euros (1º sem de 2017: 41 milhões de euros).

Sobre a Bertelsmann

A Bertelsmann é uma empresa de mídia, serviços e educação que atua em cerca de 50 países no mundo todo. O conglomerado empresarial compreende o grupo televisivo RTL Group, o grupo de editoras de livros Penguin Random House, a editora de revistas Gruner + Jahr, a empresa de música BMG, a prestadora de serviços Arvato, o Bertelsmann Printing Group, o Bertelsmann Education Group e a rede internacional de fundos Bertelsmann Investments. Com 119 mil colaboradores, a empresa registrou no exercício de 2017 um faturamento de 17,2 bilhões de euros. A Bertelsmann é sinônimo de espírito empreendedor e criatividade. Tal combinação viabiliza conteúdos de mídia da mais alta qualidade e soluções inovadoras em serviços que encantam clientes em todo o mundo.