Notícias | Londres, 15/09/2017

Pole Position para a Penguin Random House

Pode-se dizer que a Penguin Random House está na pole position: quatro dos seis autores que ainda estão na corrida para o prêmio Man Booker 2017 tem seus livros publicados pelo maior grupo editorial do mundo. Dois desses autores, Ali Smith e Mohsin Hamid, são da Penguin Random House na Grã-Bretanha. Smith também é publicado na Penguin Random House norte-americana e no Canadá, assim como George Saunders nos EUA, e Paul Auster no Canadá. A revelação da lista, em Londres, despertou o entusiasmo de colegas da Penguin Random House em todo o mundo.

Dos 144 livros originalmente enviados para o Man Booker Prize no final de julho, 13 entraram na lista e, agora, seis deles estão em um ranking mais restrito ainda. O Man Booker Prize, um dos prêmios literários mais importantes do mundo de língua inglesa, será apresentado no dia 17 de outubro. A cerimônia de premiação será transmitida pela BBC, ressaltando ainda mais a sua importância. Este ano, o júri é presidido pela autora Baroness Lola Young e também inclui a crítica literária Liza Azam, a autora Sarah Hall, o artista Tom Phillips e o escritor de Colin Thubron.

Concedido anualmente desde 1969, o Man Booker Prize pode ser conquistado por escritores de qualquer nacionalidade, desde que o idioma original do livro seja inglês e também tenha sido publicado na Grã-Bretanha. Os autores da Penguin Random House que ganharam recentemente o aclamado prêmio incluem Richard Flanagan (2014), Julian Barnes (2011) e Anne Enright (2007).

Agora, quatro autores têm a chance de continuar esta história de sucesso para Penguin Random House. Tanto o livro "Autumn", de Ali Smith, como o "Exit West", de Mohsin Hamid, são publicados na Grã-Bretanha pela editora Hamish Hamilton. Eles até têm o mesmo editor: Simon Posser. "Estou emocionado por Ali e por Mohsin, por Hamish Hamilton e pela Penguin. Mas também entusiasmado com as ideias e convicções de 'Autumn' e "Exit 'West", que transmitem e articulam com tal eloqüência a fé na migração como um direito humano, desconfiança de fronteiras e confiança na capacidade por tolerância e bondade; acima de tudo, quando, como no presente, uma grande sombra cai no mundo", afirmou.

Ali Smith é publicado pelo Pantheon nos EUA e por Hamish Hamilton no Canadá. "Exit West" é publicado nos EUA pela editora Riverhead. A Random House também publica "Lincoln in the Bard" nos EUA, enquanto McClelland & Stewart no Canadá publica "4 3 2 1" por Paul Auster. Na Grã-Bretanha, a terra do Man Booker Prize, esses dois últimos títulos nomeados não são publicados pela Penguin Random House.