Notícias | Nova York, 20/10/2017

Penguin Random House também comemora o Prêmio Nobel de Economia

Depois de um de seus escritores, Kazuo Ishiguro, há poucos dias, receber o Prêmio Nobel de Literatura 2017, o maior grupo editorial do mundo, Penguin Random House, teve um novo motivo para comemorar. Richard Thaler e "Nudge", livro em que ele co-autor, são os vencedores do Prêmio Nobel de Economia. A obra foi publicada pela Penguin nos Estados Unidos, Canadá e Grã-Bretanha

"Nudge: O empurrão para a escolha certa" ("Nudge: Improving Decisions about Health, Wealth and Happiness", título original em inglês) foi publicado em 2009. É uma co-autoria de Thaler e Cass R. Sunstein. No livro os autores apresentam a ideia de que as pessoas precisam de um empurrão para progredir e desenvolver-se. Este método, argumentam, é consideravelmente mais eficaz do que abordar uma pessoa com demandas brutas.

A tese e o livro foram amplamente discutidos na época, inclusive nas principais mídias dos EUA, como "The New York Times", "Washington Post" e a agência de notícias Reuters. Esta última afirma que, em "Nudge", Thaler apresenta pela primeira vez a ideia de "economia de empurrão" para o grande público.

A Academia Real da Suécia destacou a obra, afirmando que o professor Thaler "integrou teorias psicológicas realistas na análise científica dos modos de decisão na economia. Ao explorar as conseqüências da racionalidade limitada das preferências sociais e da falta de autocontrole, demonstrou como esses traços humanos influenciam sistematicamente as decisões individuais e o desenvolvimento dos mercados".